sábado, 13 de agosto de 2016

Hora da roda na educação infantil

Na primeira visita do grupo Memória aos meus alunos a timidez foi grande e apenas alguns alunos participaram da roda, que inicialmente esta sendo feita com os adultos. Estou muito feliz que dessa vez todos os alunos participaram ativamente tentando movimentos e saindo felizes por participar.
A auto-estima é algo que deve ser reforçada na educação infantil.Criando adultos mais capazes.



AULA DE INSTRUMENTAÇÃO

 Trabalhei com a sala os instrumentos utilizados na capoeira através de desenhos (na teoria).
E pedi ao meu professor Tatau para apresentar os instrumentos aos meus alunos, ele prontamente me atendeu e ai esta o resultado. Os alunos ficaram encantados com os sons novos que ouviram, puderam tocar e inicialmente foram orientados no modo correto de tocar.
Os instrumentos foram:
atabaque
pandeiro de couro
agogô
berimbau
caxixi
"O que é o berimbau? A cabaça, o arame e um pedaço de pau."
Foi um dia fantástico.

Mais sobre capoeira na educação infantil

Nesse blog eu postei a outra parte do projeto:

http://educaoinfantilcidad.blogspot.com.br/

domingo, 7 de agosto de 2016

Jogo cantado II

video 

Essa música esta no livro do mestre Adelmo, estou apenas começando o trabalho e por isso dividi em estrofes. Essa é a primeira parte.
Apanha laranja menino,
Apanha laranja no chão,
Defende seu reino sorrindo
Com a força do coração.
No livro o mestre fala para introduzir os movimentos de  capoeira na música eu introduzido a cocorinha e a ginga.
Mestre não seja muito exigente rsrs estamos começando.

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Capoeira e cidadania



 No dia 19 de Junho de 2016 o Grupo Memória de Andradina teve a honra de organizar juntamente com a Secretaria de Promoção a Cidadania e Direitos Humanos na pessoa de Kamila Kangussu uma tarde de diversão para toda família que foi denominada de ARTE NA PRAÇA.
Com a presença da contadora de história Catia Valéria de Souza que alegrou a turma com a história:
PUM rsrs.
O professor Wellington Egídio Soares humildemente se tornou ajudante da bruxa e os seus alunos participaram com roupas alegres, a diversão foi garantida com o bom humor dos alunos de capoeira da Praça do CEU.
Logo após houve a tradicional roda de capoeira na praça.
Parabéns a todos os envolvidos e que esse seja apenas o começo de grandes parcerias trazendo alegria e diversão a população Andradinense.

Valorizando um trabalho


Na revista FALA, número 56, do mês de Junho de 2016 apresentou uma reportagem sobre o grupo Memória e Formado Tatau de onde aprendo tudo que preciso para continuar meu trabalho com as crianças.
Estar no lugar certo, com as pessoas certas fazem que sonhos se realizem.
Parabéns ao jornalista Hugo Leonardo que conseguiu em palavras traduzir nossos corações.
Obs: Estou no atabaque rsrs.